27 de setembro de 2018

Canção Amiga ~~~ Carlos Drummond de Andrade, In Novos Poemas


O poema Canção Amiga foi musicado por Milton Nascimento e faz parte do CD Clube da Esquina 2, EMI, de 1978

Eu preparo uma canção
em que minha mãe se reconheça,
todas as mães se reconheçam,
e que fale como dois olhos.

Caminho por uma rua
que passa em muitos países.
Se não me vêem, eu vejo
e saúdo velhos amigos.

Eu distribuo um segredo
como quem ama ou sorri.
No jeito mais natural
dois carinhos se procuram.

Minha vida, nossas vidas
formam um só diamante.
Aprendi novas palavras
e tornei outras mais belas.

Eu preparo uma canção
que faça acordar os homens
e adormecer as crianças.

&&&&&&&

Imagem: A temática das cédulas do Sistema Monetário Nacional do Cruzado Novo, de 16 de janeiro de 1989 a 16 de março de 1990, foi voltada para as grandes expressões da cultura nacional e a cédula de cinquenta cruzados novos foi dedicada ao poeta e cronista Carlos Drummond de Andrade. A frente da cédula traz a imagem do homenageado e traços característicos da vida e da obra do poeta. Ao fundo, figuram pedras representando o minério e o calçamento de caminhos e ruas da antiga Itabira. Também estão representados o casario da cidade e as montanhas da região onde nasceu o poeta e trecho do poema “Prece do mineiro no Rio”:

“Desprendido de imagens que se rompem
a um capricho dos deuses, tu regressas
ao que, fora do tempo, é tempo infindo,
no secreto semblante da verdade.”

No verso da cédula, o desenho característico do calçamento de Copacabana, onde o poeta viveu muitos anos e produziu a maior parte de sua obra, uma gravura do poeta em sua mesa de trabalho e a reprodução do poema “Canção Amiga”.

&&&&&&&

Eu preparo uma canção
que faça acordar os homens
e adormecer as crianças...

 Carlos Drummond de Andrade