6 de junho de 2018

carta a Cora Coralina ~ Carlos Drummond de Andrade

Seu primeiro livro, “Poemas dos Becos…”, caiu nas mãos de Carlos Drummond de Andrade e o poeta escreveu uma carta a Cora, carta esta que foi entregue pela editora.


“Cora Coralina

Não tendo o seu endereço, lanço estas palavras ao vento, na esperança de que ele as deposite em suas mãos.

Admiro e amo você como alguém que vive em estado de graça com a poesia. Seu livro é um encanto, seu verso é água corrente, seu lirismo tem a força e a delicadeza das coisas naturais.

Ah, você me dá saudades de Minas, tão irmã do teu Goiás! Dá alegria na gente saber que existe bem no coração do Brasil um ser chamado Cora Coralina.

Todo o carinho, toda a admiração do seu Carlos Drummond de Andrade”.

&&&

Cora Coralina nasceu em Goiânia, Centro-Sul do Brasil, no ano de 1889. Aos 75 anos de idade teve publicado seu primeiro livro, “Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais”, e se tornou uma das mais importantes poetisas e contistas brasileiras. Cora Coralina foi doceira de profissão e sempre se manteve alheia aos modismos literários. Mulher simples da roça, retratou em sua obra a vida cotidiana do interior do Brasil. Dois anos antes de deixar o mundo, em 1985, Cora Coralina recebeu o Prêmio de Intelectual do Ano pela União Brasileira de Escritores muito embora ela nunca tenha se preocupado em ser uma intelectual.