17 de setembro de 2017

E o Longe é um Lugar Estranho - Maripa

Tempestade dentro,
coração prestes a galgar o peito,
sonhos arrumados perto do inatingível.

Cansada de mim,
da concha donde me foi sugada tanta energia,
- lágrimas furtivas entranhadas na pele -
ajoelho no tempo.

Sobra-me o desejo.
O desejo de mergulhar no sono, de mergulhar no mar
onde voam felizes borboletas e onde o azul
me permanece tatuado na memória.
O desejo de partir para longe.

E o longe é um lugar estranho.