1 de julho de 2017

No teu rosto - Mia Couto, In Raiz de orvalho e outros poemas, 1999

No teu rosto
competem mil madrugadas

Nos teus lábios
a raiz do sangue
procura suas pétalas

A tua beleza
é essa luta de sombras
é o sobressalto da luz
num tremor de água
é a boca da paixão
mordendo o meu sossego