25 de julho de 2016

Saber Ler na Vida - Matilde Rosa Araújo


Saber ler na vida – folhear honestamente a vida
Apaixonadamente a vida
Nas arcas da noite, nas arenas do dia:
Risos, lágrimas, serenos rostos aparentes
Como se abríssemos cada dia a verde lima do espanto.
Chamarás ciência cultura vida dor espada
Ou espanto a tudo isto
Ou ilegível monotonia.
Nada. Mas lê.