11 de julho de 2016

Poema escrito pela bhakta indiana Mirabai (aprox.1498-1550) dedicado ao Deus indiano ((bhakti) Krishna

Eu prenderei os guizos do Seu amor nos meus pés
e dançarei na frente de Girdhar [Krishna].
Dançando e dançando, agradarei aos seus olhos;

meu amor é muito antigo,
meu amor é a única verdade.
Não me importo com normas sociais
nem mantenho a honra de minha família.
Não consigo esquecer, mesmo por um momento,
a beleza de meu Amado.
Fui tingida pela cor de Hari [Krishna].




Krishna é um dos principais nomes de Deus e significa “o todo atraente”. Nos Vedas encontramos muitos e muitos nomes para Deus, pois para cada qualidade, podemos ter um nome. Como Deus tem qualidades ilimitadas, tecnicamente Ele tem ilimitados nomes. Porém, o nome Krishna tem uma conotação muito especial, pois refere-se ao aspecto mais atraente, íntimo e completo de Deus.

Krishna é a Suprema Personalidade de Deus, a Verdade Absoluta, a fonte de tudo e a causa de todas as causas. Nas escrituras, especialmente o Srimad Bhagavatam, existem explicações detalhadas de Sua morada, Sua aparência, Seus passatempos, Suas expansões, Suas energias, etc. Ele é dotado de seis opulências, todas ao grau infinito: beleza, força, sabedoria, riqueza, fama e renúncia. Ele sabe tudo que aconteceu, tudo que está acontecendo e tudo que vai acontecer. Ele é infinitamente misericordioso. Ele é o beneficiário de todos os sacrifícios e austeridades, o Senhor Supremo de todos os planetas e semideuses e o benfeitor e bem-querente de todas as entidades vivas.
Para conhecer Seus principais ensinamentos, leia o Bhagavad-gita*.
*Disponível aqui.