8 de agosto de 2016

Clarice Lispector, no livro “Perto do coração selvagem”. Rio de Janeiro: Rocco, 1998


O que deve fazer alguém que não sabe o que fazer de si? Utilizar-se como corpo e alma em proveito do corpo e da alma? Ou transformar sua força em força alheia? Ou esperar que de si mesma nasça, como uma consequência, a solução?

Nenhum comentário: