21 de agosto de 2015

When you write again - poem by Ingrid Jonker (1933 – 1965) - (Quanto você escrever novamente - poema de Ingrid Jonker)

photo by Federico Bebber

When you write again in your diary
Remember
To see the golden leaf in the summer sun
Or perhaps the blue rock-orchid
On one of our absent wanderings
On Table Mountain
I who have mingled my blood with the blood of
The sun at evening in Lisbon
Have carried you with me like a mirror
And I have written you
On the open page
Of my desolation
Your nameless word
When you write again in your diary
Remmber
To see in my eyes
The sun that I now cover for always
With black butterflies.

*******

Quanto você escrever novamente - Ingrid Jonker

Quando você escrever novamente em seu diário
Lembre-se
De ver a folha dourada no sol de verão
Ou talvez, a ”orquídea-da-rocha” azul
Em um dos nossos distraídos passeios
Na Table Mountain.
Eu, que misturei meu sangue com
O sangue do sol ao entardecer em Lisboa
Carreguei você comigo como um espelho
Eu escrevi você
Na página aberta
Da minha desolação
Sua palavra sem nome
Quando você escrever novamente em seu diário
Lembre-se
De ver nos meus olhos
O sol que agora cubro para sempre
Com borboletas negras

*(Tradução livre por ACB)

*******
Ingrid Jonker (1933 - 1965) foi uma poeta da Africa do Sul, escreveu predominantemente em africâner.

Sua vida foi marcada por abandono, alienação familiar e relações românticas mal resolvidas. Na noite de 19 de Julho 1965, Jonker foi para a praia em Three Anchor Bay, na Cidade do Cabo, entrou no mar e cometeu suicídio por afogamento.  Morreu aos 31 anos de idade. Foi considerada a maior poeta de sua geração. 

Ingrid Jonker é um ícone na África do Sul, e muitas vezes é comparada a Sylvia Plath, Virginia Woolf e Anne Sexton, devido à intensidade de sua escrita e o curso trágico de sua vida. 


Leia mais sobre Ingrid Jonker aqui: http://roadtravelafrica.com/2011/10/11/ingrid-jonker-famous-in-life-legend-in-death

Nenhum comentário: