11 de junho de 2014

Empatia por Ana Jácomo


A generosidade com relação às dificuldades alheias começa também no contato mais vívido com a certeza da existência das nossas. Quem tem consciência das próprias limitações sabe o quanto às vezes é dificílimo dar um passo, o primeiro deles, fora do território de alguns sentimentos. Por mais que a alma nos peça incansavelmente. Por mais que, de vez em quando, ela pareça inventar pretextos só para nos impulsionar. Por mais que saiba, por histórico, que o primeiro passo ainda não é garantia de caminhada, mas já é avanço e esperança.

Quem vê a flor geralmente não imagina a paciência tecelã que é necessária para que a ideia da semente seja dita.

2 comentários:

Abdelcarin Aljon disse...


Oi minha querida amiga!

Quero declarar que estou com muitas saudades de ti... sua presença é essencial em minha vida...
Quero também pedir humildemente perdão por ter estado afastado do seu maravilhoso blog por tanto tempo. No entanto, percebo que ele floresceu ainda mais durante minha ausência.
Esse texto de Ana Jácomo e intenso... embora pareça simples... ela tem o dom de traduzir em palavras sentimentos profundos de forma delicada e simples...

Shukran
أنا أحبك
Bauce
Ab =:)

Elaine Faria disse...

Oi meu doce e querido amigo!

Sua amizade é essencial em minha vida.
Sinto-me uma pessoa especial e privilegiada por ter a sua amizade e seu amor incondicional.

Ana Jácomo sabe como dizer palavras de forma simples mas que tem a força de tocar a nossa alma profundamente.

Obrigada por estar em minha vida AB.
Todo meu carinho pra ti querido!
Beijos!
Elaine : )