24 de maio de 2014

Existíamos...por José Luis Peixoto


Enquanto nos abraçávamos,
existíamos antes, durante 
e depois do futuro.

Nenhum comentário: