16 de janeiro de 2014

Lendas aladas V - Tania Regina Contreiras


Conta-se
De um tempo
Onde as palavras
Eram águas:

Os poetas
Afogavam-se
de amor;

Enquanto
As musas
Caminhavam
Incólumes
Sobre a pele
líquida do mar.


Fonte: http://roxo-violeta.blogspot.com.br

2 comentários:

Anônimo disse...

Que singelo e bonito. Bem-haja!

David

Elaine Faria disse...

Grata amigo David!
Grande abraço!
Elaine : )