12 de julho de 2013

Manuseio por Maria Esther Maciel

Tépidas 
essas mãos 
que divagam 
devagar 
por meus relevos 
óbvios 
e demoram 
fundo 
no obscuro 
ponto 
onde o corpo 
se abisma 
e silencia, 
absurdo.

Nenhum comentário: