8 de março de 2013

Vazio por Al Berto, in Anjo Mudo


Debruça-te para o
interior do meu vazio.
Nenhum rosto,
Nenhum pensamento,
Nenhum gesto inútil.
Nenhum desejo - porque o
desejo precisa de um rosto.
E no lugar daquele que partiu
acende-se a noite.

Nenhum comentário: