5 de janeiro de 2013

Ilha por David Mourão-Ferreira



Deitada é uma ilha
Que percorro
descobrindo-lhe as zonas mais sombrias
Mas nem sabes se grito por socorro
ou se te mostro só que me inebrias
Amiga amor amante amada
eu morro da vida
que me dás todos os dias.

Nenhum comentário: