16 de janeiro de 2013

Assim, ele virá para renovar despedidas... por Mia Couto


E passado os anos,
tantos que já nem cabem na lembrança,
eu ainda choro como se fosse a primeira despedida.
Porque esse adeus, só esse aceno é meu,
todo inteiramente meu,
um adeus à medida de meu amor.

Nenhum comentário: