4 de dezembro de 2012

Incompletude por Sandra Regina


Quero-te hirto e imerso
Na incompletude do meu verso
Quero-te perto
Subjuntivamente por cima
Na retina interna da rima
Quero-te apenas
No abstrato cerne do poema
Quero-te agora:
E agora?

Nenhum comentário: