18 de junho de 2012

Caio Fernando Abreu.... Fragmentos



Não sei como me defender dessa ternura que cresce escondida e, de repente, salta para fora de mim, querendo atingir todo mundo!”

Nenhum comentário: