5 de abril de 2012

Tu não sabes... por Ana


Tu não sabes... 
Ninguém sabe... 

 ...mas tu devolveste-me o sorriso interior, a gargalhada franca e não forçada que habita o peito dos puros, Retiraste o peso do meu coração e a sombra da minha alma. Por ti, por tua causa, 

adormeço em sorriso. 


Tu não sabias... 
Ninguém sabia...

Nenhum comentário: