11 de março de 2012

"Crio asas e todo sorriso que preciso é pra poder voar"...por Cleber Camargo Rodrigues




eu ando, como quem não quer nada e quer tudo e um pouco mais, ainda.
volto, revolto e dou meia volta e volta e meia, coisa à toa que independe da teia.
sumo do suprassumo, resumo da ópera, presumo que tudo que já é agora daqui a pouco já era – torcicolo na fila de espera.
freio na frente da tela, tecendo coisas e cores, rasgo o risco e rabisco palavras indeléveis.
o sono sorri da sina e do sim dos sons, romântico o coração seduz minha alma nua, minha alma sapeca é toda levada da breca.
lágrimas salgadas silenciosamente rolam pelo meu rosto, mas não lavam minha alma – até aqui, meu coração é minha alma lavada, minha arma sem travas, minha ligação sem trotes...


Fonte : Poema Dia http://poemadia.blogspot.com/

2 comentários:

Cléber Camargo Rodrigues disse...

Elaine, obrigado por ter compartilhado meu textinho.
Fez cócegas na minha alma.
Abraço grande.

Cléber

Patricia Howell disse...


I simply could not leave your web site before suggesting that I really loved the usual information an individual provide on your visitors? Is going to be again incessantly to inspect new posts www.gmail.com login