10 de fevereiro de 2012

"Amor" por Helena Peixoto


Amor…
Pouso os meus olhos
Na serenidade do teu olhar
Inebrias-me, entonteces-me…
Vagueio nas nuvens do Paraíso
E dou por mim a sonhar…
Como um Cupido que me trespassa
Como gelo em fogo que entra em mim…

Não sei se és sonho ou realidade…
Se desvario da imaginação,
Ou segredo oculto que quero calar… e não consigo…

Sei que a imensidão do teu olhar
Se transforma em flecha no meu peito…
E as tuas palavras transformam-se
No som embriagante do mar ao pôr-do-sol…

Como Ícaro em esperança
Subo ao arco-íris do teu olhar
E saboreio a magia,
Deixo que me sorvas a alma…

Como Ariadne teço um fio de loucura
Que conduz a ti…
Como Penélope aguardo o teu toque
E faço-me Afrodite a sonhar
Com o toque dos teus lábios sobre os meus…

Nenhum comentário: