18 de janeiro de 2011

"Seja como for... por Caio Fernando Abreu


"Seja como for, continuo gostando muito de você - da mesma forma -, você está quase sempre perto de mim, quase sempre presente em memórias, lembranças, estórias que conto às vezes, saudade..."

Nenhum comentário: