12 de setembro de 2010

Plenitude por Dafne Stamato


Abra as janelas

Limpe os porões

Desça do sótão

Repare, eu voltei

Eu voltei pra casa

Os sonhos acordaram

O corpo aquecido

A alma dentro

Repare, eu voltei

Abra o coração

Areje os pulmões

Respire fundo

Me receba bem

Amor, eu voltei

Voltei pra casa

Voltei pra mim

Repare, estou aqui

Como pude me ausentar assim?

Como pude me ausentar de mim?

Repare... eu voltei

Estou em casa

Estou pra mim

Estou em mim

Agora sim...

Agora sim...

2 comentários:

Dafne disse...

Oi Elaine, é uma honra encontrar versos que eu escrevi em seu belo blog. Fiquei muito feliz!! Amei a escolha da Fotografia. Adorei o blog. Tudo muito lindo!! :)

Elaine Faria disse...

Olá Dafne,

A honra é minha em receber sua visita no Atemporal. Eu adoro esse seu texto... ele fala de uma das coisas mais belas... que é o encontro com nós mesmos... encontro esse, essencial para a nossa evolução espiritual e humana.
Grata!
Grande abraço!
Elaine : )