12 de maio de 2010

A vida anda tão boa... Rita Apoena



A vida anda tão boa e tão tranquila. Se eu conseguisse resumir esse sentimento, diria que ele é inversamente proporcional aos julgamentos rasos, esses que podemos disparar com tanta facilidade e azedume. Parece que, ao contrário, quanto mais eu tento compreender as pessoas, num exercício cotidiano de aproximação e humildade, mais eu me sinto feliz. Com elas e comigo mesma.

Nenhum comentário: