31 de março de 2010

Across the Universe o filme



Sabe aquela velha pergunta: “qual a trilha sonora da sua vida?”. Se este questionamento fosse feito aos personagens de “Across the Universe”, da diretora Julie Taymor, a resposta estaria na ponta da língua: qualquer canção dos Beatles. Em “Across the Universe”, Julie usa as músicas do quarteto de Liverpool para mostrar todas as transformações pelas quais os personagens passam no decorrer da história.

O filme é um musical rock que se passa nos Estados Unidos, no final da década de 60, quando o país vivia um conturbado período político por causa da Guerra do Vietnã. O jovem estivador Jude (Jim Sturgess, uma revelação) parte para a América em busca do pai (Robert Clohessy), mas logo faz amizade com Max (Joe Anderson, ótimo), rapaz rico que teima em frustrar as expectativas de seus pais (Dylan Baker e Linda Emond). É nesta conjuntura de protestos contra a guerra, de temor do alistamento militar e do medo da perda de alguém que amamos que os dois jovens se mudam para Nova York, cidade na qual, em meio a um ambiente de total liberdade (a dupla mora numa espécie de república estudantil), Jude acaba se apaixonando pela irmã do amigo, Lucy (Evan Rachel Wood), e é justamente através das músicas dos Beatles que veremos como esses jovens passam da ingenuidade ao amadurecimento, à diversão, à alucinação e, finalmente, à revolução.

Oriunda dos palcos da Broadway, a diretor Julie Taymor tem uma característica muito importante: ela é atenta aos detalhes e prioriza os aspectos visuais de seus trabalhos. Neste sentido, “Across the Universe” é um primor.


(Fonte: Kamila in cinema - Cinéfila por natureza)

Across the Universe(The Beatles)

Words are flowing out like endless rain into a paper cup,
They slither while they pass they slip away across the universe.
Pools of sorrow, waves of joy are drifting through my opened mind,
Possessing and caressing me.

Jai guru deva, Om.

Nothing's gonna change my world,
Nothing's gonna change my world,
Nothing's gonna change my world,
Nothing's gonna change my world.

Images of broken light which dance before me like a million eyes,
They call me on and on across the universe.
Thoughts meander like a restless wind inside a letter box,
They tumble blindly as they make their way across the universe

Jai guru deva, Om.

Nothing's gonna change my world,
Nothing's gonna change my world,
Nothing's gonna change my world,
Nothing's gonna change my world.

Sounds of laughter, shades of love are ringing through my opened ears,
Inciting and inviting me.
Limitless undying love, which shines around me like a million suns,
And calls me on and on across the universe.

Jai guru deva, Om.

Nothing's gonna change my world,
Nothing's gonna change my world,
Nothing's gonna change my world,
Nothing's gonna change my world.

Jai guru deva,
Jai guru deva,
Jai guru deva,
Jai guru deva,
Jai guru deva,
Jai guru deva...

Girl - Jim Sturgess & The Beatles Across the Universe


Nenhum comentário: